AS NOSSAS IMAGENS E AS IMAGENS QUE TÊM DE NÓS 1
22 OUT / 22.00, Cinema Ideal

De Groof traz as palavras de Aimé Césaire para imaginar o que diriam as máscaras de um filme considerado propaganda colonial. Em Golden Jubilee, revelam-se relações intrínsecas entre o colonialismo em Goa e vigilâncias actuais. Seasick pergunta: quantos negros há nesta sala? Kirchenbauer debate a estrutura classista reproduzida pelas instituições de arte. Pride reencena a tiragem de um número desta revista estudantil de Charlottesville.

AS NOSSAS IMAGENS E AS IMAGENS QUE TÊM DE NÓS 2
24 OUT / 15.45, São Jorge – Sala 3
28 OUT / 20.00, São Jorge – Sala 3

Três filmes que reflectem sobre o modo como o controlo das imagens e do discurso se relacionam. Dallas is a Fire expõe o discurso racista nos arquivos da televisão de Dallas em 1970. Sent to Lie investiga os modos de organização de vigilância aplicados à comunidade indígena qom alegando prevenção da COVID-19. Em Non-Stop, a tentativa de construir sobre a história para além das imagens inacessíveis.

Secções