Competição Internacional
Alejandro Fernández Mouján
Alejandro Fernández Mouján
Buenos Aires, 1952. Realizou mais de 15 documentários (curtas e longas-metragens e séries). Entre 2006 e 2017, chefiou o departamento de cinema documental e de ficção na televisão pública da Argentina. Foi director de fotografia e operador de câmara na indústria cinematográfica local. A sua última longa documental, Damiana Kryygi (2015), recebeu o Prémio de Melhor Longa-Metragem no Festival de Cinema e Média da Sociedade de Antropologia Visual (EUA).
Gisela Casimiro
Gisela Casimiro
Gisela Casimiro (1984) é escritora, artista e activista. Publicou Erosão (poesia) e assinou crónicas no Hoje Macau, Buala, Contemporânea e Setenta e Quatro. Foi convidada de festivais literários em Macau, Turquia, Alemanha, Moçambique e Portugal. Actuou no CCB, TBA e Teatro São Luiz. Realizou exposições no Armário, ZDB, Balcony, Casa do Capitão e Museu Nacional de Etnologia. É criadora e moderadora do ciclo de conversas "Temos de falar".
Manuel Asín
Manuel Asín
Director artístico do festival internacional de cinema Punto de Vista e coordenador do departamento de cinema do Círculo de Belas Artes de Madrid. Curou programas para instituições como a Cinemateca Espanhola, Museu Rainha Sofia ou Instituto Moreira Salles. Publicou textos e entrevistas em revistas como Trafic, Lumière e Caimán, de cujo conselho editorial faz parte. É docente na Escola de Cinema Elías Quereteja (San Sebastián) e no Master LAV (Madrid).
Manuela Serra
Manuela Serra
Estudou cinema no Instituto das Artes de Difusão (Bélgica) de 1971 a 1974. Trabalhou como assistente de montagem no filme Deus, Pátria, Autoridade. Foi membro fundador da Cooperativa Virver, onde permaneceu até 1981. Nesse período, fez produção e assistência de realização em diversas médias metragens e em Bom Povo Português, de Rui Simões. Entre 1979 e 1985, escreveu o argumento, produziu e realizou a sua primeira obra, O Movimento das Coisas.
Vika Kirchenbauer
Vika Kirchenbauer
Virka Kirchenbauer é uma artista, cineasta, escritora e produtora musical que analisa a violência que se liga a várias formas de visibilidade e invisibilidade. O seu trabalho tem sido premiado e apresentado, entre outros, na Associação de Arte da Renânia e Vestefália, o Museu de Arte de Tainan, a Galeria Whitechapel e os festivais internacional de cinema de Berlim, Nova Iorque e Toronto.
Competições Portuguesa e de Curtas-Metragens
Mathilde Rouxel
Mathilde Rouxel
Mathilde Rouxel é investigadora e curadora independente, especializada em cinema árabe. A sua pesquisa de doutoramento aborda o cinema em luta realizado por mulheres no Egipto, Líbano e Tunísia desde 1967. Em 2015, publicou a primeira monografia sobre a cineasta franco-libanesa Jocelyne Saab, de quem foi colaboradora próxima, e dirige a Associação de Amigos de Jocelyne Saab, que visa valorizar o seu legado artístico.
Renata Sancho
Renata Sancho
Licenciatura em ciências da comunicação na área de cinema e televisão pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Realizou vários documentários e curtas experimentais, exibidos e premiados em festivais de cinema nacionais e internacionais. Desde 2000, trabalha regularmente em montagem e anotação. Fundou a produtora Cedro Plátano em 2013. Participou no Emerging Producers 2019, organizado pelo Festival de Cinema de Jihlava.
Sergio Silva
Sergio Silva
Cineasta e argumentista. Curador da Cinemateca Brasileira entre 2012 e 2020, com experiência nos sectores de preservação, expedição e documentação. Realizador e argumentista de A Terra segue Azul quando saio do Trabalho (2021), Estamos todos na Sarjeta, mas alguns de nós olham as Estrelas (2020), Minha Única Terra é na Lua (2017) e A Vida do Fósforo não é Bolinho, Gatinho (2014). Homenageado com a Filmes do Caixote na Mostra Tiradentes 2020.
Prémio Revelação
Kathy Brew
Kathy Brew
Artista, videasta e curadora. Foi curadora convidada do Doc Fortnight no MoMA (Nova Iorque) entre 2017 e 2020, curadora do Festival de Vídeo de Nova Iorque do Lincoln Center e co-directora do Festival de Cinema Margaret Mead no Museu Americano de História Natural. Lecciona no Departamento de Práticas Artísticas de Belas Artes da Escola de Artes Visuais de Nova Iorque. O seu último filme, Following the Thread, será brevemente distribuído.
Takashi Sugimoto
Takashi Sugimoto
Nasceu no Japão, em 1975, estudou fotografia no Instituto Europeu de Design de Turim, estagiou na agência fotográfica Magnum e tem uma pós-graduação em dramaturgia e realização pela Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa. Foi seleccionado para os 100 Jovens Artistas Italianos – Prémio FURLA per l’arte 2000. O seu filme Wakasa recebeu o Prémio de Melhor Imagem para Curta-Metragem no IndieLisboa 2011. Está a produzir a longa-metragem Ouro Negro.
Truls Lie
Truls Lie
Editor da Modern Times Review, a revista europeia de documentário, e da Ny Tid, uma revista trimestral norueguesa de 100 páginas. Estudou filosofia e tecnologia da informação em Oslo, São Francisco e Nova Iorque e realiza documentários.
Prémio Lugares de Trabalho Seguros e Saudáveis
Emília Telo
Emília Telo
Licenciatura em bioquímica e mestrado em engenharia biomédica pela Universidade de Coimbra. Doutoramento em higiene, saúde e segurança no trabalho pela Universidade de León (Espanha). Directora de serviços para a promoção da saúde e segurança no trabalho na Autoridade para as Condições do Trabalho. Investigadora, professora e conferencista, autora de várias publicações na área e membro de grupos de trabalho nacionais e europeus.
Silvio Grasselli
Silvio Grasselli
Doutorado em cinema, crítico de cinema, programador de festivais, curador de cinema e conferencista. Programador, curador e coordenador científico de projectos educativos no Musil – Museu da Indústria e do Trabalho (Brescia) e membro do comité de avaliação de projectos do Piemonte Doc Film Fund. Curou obras de e publicou ensaios sobre Danielle Arbid, Giovanni Cioni, Heddy Honigmann, Marcel Lozinski, Sergei Loznitsa, Kazuhiro Soda, Ermanno Olmi e outros.
Yulia Lokshina
Yulia Lokshina
Nasceu em Moscovo e estudou realização de cinema documental na Universidade de Televisão e Cinema de Munique. No seu trabalho, examina formas narrativas não ficcionais, estruturas sociais e as suas figuras marginalizadas, dependências sociais e económicas e vários tipos de grupos de risco. Gosta de trabalhar em formações abertas com amigos artistas e começou um doutoramento artístico sobre a adaptação no cinema documental.
Prémio Prática, Tradição e Património
Cláudia Sobral
Cláudia Sobral
Nascida em 1989, é jornalista e crítica de cinema. Formou-se em ciências da comunicação, na variante de jornalismo, pela Universidade do Porto, em 2010, ano em que iniciou uma carreira no jornalismo. Passou pelas redacções do Público e do i. Desde 2021, é editora da secção de cultura do semanário Novo.
Laura Marques
Laura Marques
Laura Marques tem desenvolvido trabalho nas áreas do documentário, artes visuais e música improvisada. O seu primeiro documentário, Vacas e Rainhas, foi exibido em vários festivais, tendo recebido vários prémios, entre os quais o Prémio Fundação INATEL no Doclisboa 2018. Este filme é resultado da sua experiência enquanto guardadora de vacas Herens nos Alpes Suíços. Ai prefera, a sua segunda curta, teve estreia mundial no Visions du Réel em 2020.
Marílio Cremildo Wane
Marílio Cremildo Wane
Bacharel em ciências sociais pela Universidade de São Paulo (Brasil), mestre em estudos étnicos e africanos pela Universidade Federal da Bahia (Brasil) e doutorando em ciências musicais (etnomusicologia) na Universidade Nova de Lisboa (Portugal). Pesquisador na área de etnomusicologia no ARPAC – Instituto de Investigação Sócio-Cultural (Moçambique) desde 2007. Representante do Conselho Internacional de Música Tradicional (ICTM) em Moçambique desde 2018.
Prémio Fernando Lopes
Fátima Ribeiro
Fátima Ribeiro
Licenciada em direito (Universidade de Coimbra) e em cinema (Escola Superior de Teatro e Cinema). A partir de 1990, como anotadora e assistente, trabalha, entre outros, com Fernando Lopes, César Monteiro, Cunha Telles, Catherine Breillat e Fernando Trueba. Realizou 5 filmes. Como argumentista, foi premiada por Mais Tarde (2001) e Raiva (2019) e, em 2018, recebeu o Grande Prémio para Novos Textos de Teatro com a peça Bro. É professora de argumento na ESTC.
João Lopes
João Lopes
Crítico de cinema, argumentista, realizador. Responsável pela área de cinema de Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura. Professor da Escola Superior de Teatro e Cinema. Última publicação: Cinema e História: Aventuras Narrativas (Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2018). Actualmente, integra a equipa de críticos do Diário de Notícias, colaborando ainda com a SIC Notícias e a Antena 1.
João Pedro Ruivo
João Pedro Ruivo
Assistente de realização. Co-fundador do Cine-clube do Liceu Francês Charles Lepierre em Lisboa. Trabalhou com Fernando Lopes, Luigi Magni, Fellini, Lauro António, Joaquim Leitão, Clive Donner, Franklin J. Schaffner, Gerard Jugnot, Bertrand Tavernier, Patrice Chéreau, José Fonseca e Costa, Fernando Lopes, Joaquim Leitão, Luís Galvão Teles e Maria de Medeiros, entre outros. A partir de 1996, colabora também nas rodagens de filmes publicitários.
Verdes Anos
Ana Vîjdea
Ana Vîjdea
Trabalha sobretudo com cinema e vídeo. Tem um bacharelato em cinematografia e média pela Universidade de Babeș-Bolyai (Cluj, Roménia) e um mestrado em cinema pela Universidade de Syracuse (Nova Iorque). Os seus filmes foram exibidos e premiados em vários festivais de cinema internacionais como o IDFA (Amesterdão), True/False, Doclisboa e Doc Edge. Em 2017, foi considerada um dos “25 novos rostos do cinema independente” pela revista Filmmaker.
 Igor Bezinović
Igor Bezinović
Cineasta nascido na Croácia, estudou realização cinematográfica na Academia de Arte Dramática de Zagreb e filosofia, sociologia e literatura comparada também em Zagreb. O seu trabalho tem sido exibido internacionalmente, incluindo nos festivais de cinema de Roterdão, DOK Leipzig, Jihlava, CPH:DOX, Kurzfilmtage Winterthur, Guanajuato e Viennale e no Museu da Imagem em Movimento de Nova Iorque. Mais informação em www.igorbezinovic.net.
Teresa Garcia
Teresa Garcia
Licenciada pela Escola Superior de Teatro e Cinema, foi anotadora ou assistente de realização de António Campos, Margarida Gil, Manoel de Oliveira, João César Monteiro e Pierre-Marie Goulet, entre outros. Co-fundou a associação Os Filhos de Lumière (2000) que organiza oficinas de iniciação ao cinema. Coordena em Portugal os programas internacionais Le Cinéma, cent ans de jeunesse, CinEd e Shortcut. Realizou várias curtas e médias-metragens.
Arché
Beli Martínez
Beli Martínez
Doutorada em comunicação audiovisual pela Universidade de Vigo. Produtora na Filmika Galaika, empresa galega especializada em cinema de autor que produziu os últimos trabalhos de Lois Patiño e Matías Piñeiro (Sycorax, 2021), Helena Girón e Samuel M. Delgado (They Carry Death, 2021), Eloy Domínguez Serén (The Bodies, 2020), Eloy Enciso (Endless Night, 2019) e Jessica Sarah Rinland (Those that, at a Distance, Resemble Another, 2019).
João Vieira Torres
João Vieira Torres
Artista e cineasta franco-brasileiro. Trabalha entre a França e o Brasil. Mestrado em fotografia e videoarte e pós-graduação em Le Fresnoy (França). Doutoramento sobre a utilização de documentos na arte contemporânea na EESI (França). Pratica fotografia, cinema, videoarte, escrita e performance. Um dos principais eixos do seu trabalho é a alteridade e a necessidade de construir um ancoradouro, seja ele territorial, histórico, corporal ou de identidade.
Vladan Petković
Vladan Petković
Jornalista, crítico de cinema, programador e tradutor. Correspondente da revista Screen International para o território da antiga Jugoslávia, redactor principal do Cineuropa e editor colaborador do sítio do Festival Internacional de Documentário de Amesterdão (IDFA). Programador dos festivais ZagrebDox e Rab (Croácia), Skopje (Macedónia) e FeKK (Eslovénia) e programador convidado e conselheiro de vários festivais internacionais de cinema na Europa.
Júri Escolas
ETIC – Escola de Tecnologias, Inovação e Criação
Alex Palma (Design de Comunicação)
João Tavares (Cinema e Televisão)
Lorenzo Pardell (Desenho de Som)
Marta Laureano (Cinema e Televisão)
Rita Bronze (Fotografia)