Estado da Arte

Em parceria com os Creative Europe Media Desks, o Estado da Arte propõe-se, em cada edição, abrir um debate sobre um tópico da indústria, que será analisado em conjunto com profissionais da área.  Em 2020, numa colaboração entre os Creative Europe MEDIA desks de Portugal, Áustria, Itália (Turim) e Espanha (País Basco), o tema será a distribuição e circulação de filmes em diferentes contextos e países europeus. Uma tarde com oradores, discussões e trabalho de grupo, com a intenção de contribuir para uma discussão mais ampla sobre o mercado europeu de filmes.

O Mercado Europeu do Documentário – Estabelecendo Ligações
Conferência e debate sobre circulação e distribuição, reunindo alguns dos mais importantes representantes internacionais de circuitos diferentes. Estes falarão sobre a sua experiência, a sua perspectiva e casos de estudo e darão o seu contributo para o debate e partilha de boas práticas nas várias abordagens e modelos de circulação de obras cinematográficas. Tendo como objectivo a distribuição / lançamento de documentários europeus, esta iniciativa centra-se no papel dos festivais, distribuidores, exibidores e plataformas digitais internacionais.

Organização
• Creative Europe Media Desk Áustria, Esther Krausz
• Creative Europe Media Desk Euskadi (Espanha), Ainhoa González Sanchiz
• Creative Europe Media Desk MEDIA Itália (Turim), Silvia Sandrone
• Creative Europe Media Desk Portugal, Susana Costa Pereira

27 OUT (ter) / das 14.30 às 16.30 (UTC+0 / Hora de Portugal Continental), Zoom Meetings

O evento será gravado e será transmitido em live streaming nas páginas YouTube e Facebook do Doclisboa.

Sessão conduzida em inglês, sem tradução
Acesso livre, mediante inscrição

Sobre os oradores

Alessandro Gropplero, Fondo Audiovisivo FVG (Itália)
Responsável pelas relações internacionais do Fundo Audiovisual FVG. Nessa função, planeou a política internacional do fundo e geriu várias iniciativas como o “When East Meets West Co-Production Forum”, “Ties that Bind Asia- Europe Producers Workshop” (ambos financiados pelo Programa Europa Criativa) e ”RE-ACT Co-Development Funding Scheme”. Membro da direcção do Eurodoc e membro da Academia de Cinema Europeu.

Pedro Borges, Midas Filmes (Portugal)
Nasceu em 1957 e é licenciado em história. Foi professor e, depois, jornalista de cinema. Está desde 1990 ligado à distribuição, exibição e produção de cinema. Em 2006, fundou a Midas Filmes, que é a mais relevante distribuidora de filmes em Portugal hoje, além de também ser produtora – sobretudo de documentários, mas também de ficção. Em 2014, renovou e reabriu o Cinema Ideal, no centro de Lisboa.

Rubén Corral, Director de programação Zinebi – Festival Internacional de Documentários e Curtas-Metragens de Bilbau (Espanha)
Consultor de programação na cinemateca do Azkuna Zentroa (Bilbau). Curou projecções de cinema contemporâneo basco na Cinemateca de Navarra, Cinema da Universidade de Indiana e Alhóndiga Bilbau e colaborou com o Festival Internacional de Cinema FICUNAM e o Festival Internacional de Cinema de Gijón. No Zinebi, curou retrospectivas de cineastas como Wang Bing, Apichatpong Weerasethakul, Hirokazu Kore-eda e Marco Bellocchio, entre outros.

Salma Abdalla, Presidente executiva Autlook Filmsales (Áustria)
Com sede em Viena e Los Angeles, a Autlook Filmsales é uma das agências de vendas líder de longas-metragens e séries documentais. Disponibiliza uma gama completa de distribuição, vendas personalizadas e estratégias de festivais que ajuda a maximizar as receitas, o envolvimento do público que promove a carreira dos cineastas e uma paixão infinita pela arte do documentário. Salma Abdalla começou a trabalhar na Autlook em 2005.

Moderação

Susana Costa Pereira (responsável pelo Centro de Informação Europa Criativa MEDIA Portugal)
Miguel Ribeiro (co-director do Doclisboa)