Corpo de Trabalho

Em parceria com a Agência Europeia para a Segurança no Trabalho, o Doclisboa programa e apresenta, a partir deste ano, a Selecção do Prémio Lugares de Trabalho Seguros e Saudáveis. Esta selecção propõe-se fazer  anualmente um panorama da forma como o cinema reflecte sobre questões fundamentais das relações laborais. Para assinalar esta parceria, apresentamos um programa que atravessa vários momentos da nossa história recente, traçando diferentes percepções e contextos laborais.

Sessão de Abertura
23 OUT / 19:00 / Cinema São Jorge / 65’
30 OUT / 15:00 / Cinema São Jorge

Uma zona residencial volta a ser um campo de batalha nos confrontos entre grevistas e Polícia. Após o fracasso da última greve, os trabalhadores têm de escolher entre a acção e a apatia. O filme observa uma comunidade mineira pelo prisma da etnoficção enquanto esta negoceia o declínio da mesma indústria que permitiu o seu surgimento. Um longo período de desindustrialização que afecta a região inteira dá lugar a uma paisagem decadente de bocas de minas e aterros de entulho.

24 OUT / 18:00 / Cinema São Jorge / 82’
25 OUT / 15:00 / Cinema São Jorge

Uma das divisões no interior do lendário cabaré Barba Azul tornou-se num abrigo para as raparigas que ali trabalham: a casa de banho das mulheres. Todas as noites, La Mami, que é responsável pelas casas de banho, dá-lhes o carinho e o aconselhamento de que precisam para enfrentar o desafio que têm pela frente na pista de dança. Lembram-nos que as alianças são decisivas quando a sociedade em que vivemos nos está constantemente a julgar e a estigmatizar.

25 OUT / 18:00 / Cinema São Jorge / 79’
31 OUT / 15:00 / Cinema São Jorge

The Kiosk é um jornal filmado de uma jovem artista plástica que veio dar uma mão à mãe, vendedora de jornais num distrito chique de Paris. Os membros da sua família vêm-se sucedendo atrás da caixa registadora há quase um século e observando o mundo em evolução. Da descoberta da profissão à cumplicidade que se forja com a clientela, a realizadora brinca à comerciante, como num sonho de infância antigo. Mas a imprensa está em crise e, com o passar das estações, o seu joguinho revela-se menos divertido do que o esperado.

26 OUT / 19:00 / Cinema São Jorge / 75’
27 OUT / 15:00 / Cinema São Jorge

Valerie, Lili e Isabella têm todas 19 anos e trabalham como estagiárias numa oficina de restauro de pinturas em Baden-Baden. É o primeiro passo para a vida profissional após a escola. Têm um ano para descobrir se querem ser restauradoras ou não. Enquanto trabalham, discutem temas como arte, amizade, família e naturalmente o próprio trabalho. O filme mostra estas reflexões pessoais e dá uma perspectiva sobre a arte do restauro.

27 OUT / 19:00 / Cinema São Jorge / 88’
28 OUT / 15:00 / Cinema São Jorge

O que têm em comum um fazendeiro no Kansas, um operário despedido no Ohio e uma motorista da Uber na Florida? São os três optimistas expeditos que se esforçam por se adaptar e prosperar apesar das forças desumanizantes em acção na economia americana. Ao encararem os entraves com coragem, alguns ideais permanecem sagrados para os heróis do filme: família, amor e manter-se forte perante a adversidade. Em última instância, The Disrupted revela uma experiência americana colectiva de desafio financeiro, resiliência familiar e a busca do propósito e da dignidade do trabalho.

28 OUT / 19:00 / Cinema São Jorge / 110’
29 OUT / 15:00 / Cinema São Jorge

Uma pequena localidade na parte ocidental da Alemanha é a última paragem para 26 000 porcos por dia e residência temporária para multidões de trabalhadores temporários da Europa de Leste. Os trabalhadores do maior matadouro do país lutam pela sobrevivência enquanto activistas alemães que defendem os seus direitos lutam contra as autoridades locais. Ao mesmo tempo, estudantes do ensino secundário trabalham na peça Santa Joana dos Matadouros e procuram compreender o texto antigo e o capitalismo alemão dos nossos dias.

29 OUT / 19:00 / Cinema São Jorge / 110’

A um quilómetro de profundidade na costa do condado de North Yorkshire, mineiros de sal e investigadores trabalham lado a lado no limite da biosfera. Uma mulher jovem descobre um futuro novo na escuridão deste ambiente extremo.

30 OUT / 19:00 / Cinema São Jorge / 79’
1 NOV / 15:00 / Cinema São Jorge

Qual o valor do trabalho na era da revolução digital? Na Audi, Seda (20 anos) organiza peças na linha de montagem robotizada. Sonha ter o seu próprio Mercedes e não tem vontade de casar e ter filhos. Eva (30 anos) gosta de ir de bicicleta para o trabalho. A trabalhar como caça-talentos para a Audi, procura especialistas para automatizar a fábrica. Eva quer viver com a namorada nas Caraíbas e deixar de trabalhar. Sabe que o seu emprego será substituído por algoritmos. Duas representantes de uma geração para quem o trabalho não é uma certeza nem um factor de identidade.

31 OUT / 18:00 / Cinema São Jorge / 93’

Os ideais comunistas há muito que perderam valor em Yiwu, uma cidade onde 600 fábricas produzem o Natal como o conhecemos para o mundo inteiro. Com o aumento dos salários nas fábricas, a maior parte dos trabalhadores pode agora comprar os iPhones mais recentes, mas continuam a dormir em dormitórios fabris superlotados, sendo todos migrantes dentro do seu país. Entalados entre as tradições chinesas e o sonho chinês recém descoberto, querem ser ricos, ser independentes e apaixonar-se.